Como fazer um fluxo de caixa eficaz para o seu condomínio?
Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você, leitor, saiba como fazer um fluxo de caixa para o seu condomínio. Acompanhe.

Como fazer um fluxo de caixa eficaz para o seu condomínio?

Um dos principais pontos que o síndico condominial deve se preocupar é com um fluxo de caixa eficaz em seu condomínio. Isso porque essa será a ferramenta que proporcionará um equilíbrio financeiro. 

Além disso, realizar o controle de seu fluxo de caixa pode funcionar também como uma forma de educar financeiramente aos que estão ligados diretamente à administração do condomínio. 

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você, leitor, saiba como fazer um fluxo de caixa para o seu condomínio. Acompanhe.

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é uma ferramenta que controla a movimentação financeira, levando em consideração as entradas e saídas de dinheiro a partir de registros precisos e análises periódicas.

Desta forma, é possível realizar uma observação diária, semanal e até mesmo mensal, o fluxo de caixa fornece instrumentos de analisar para o condomínio.

Deste modo, a fim de que o processo se torne mais  eficaz, é preciso registrar todas as receitas e despesas. Assim, é importante que os síndicos  mesmo os de pequenos condomínios façam o controle de todas as suas entradas e saídas financeiras seja em forma de planilhas e até mesmo por meio da adoção dos sistema de gestão online.

 Entenda sobre como fazer um fluxo de caixa eficaz para o seu condomínio

A seguir, iremos abordar os elementos fundamentais do fluxo de caixa para condomínios. 

Realize o planejamento

O fluxo de caixa está muito além do que somente registrar as entradas e saídas de dinheiro. Ele permite realizar o planejamento para realizar os gastos conhecidos como as contas de água, luz, material de limpeza, encargos sociais, salários dos colaboradores. 

Além disso, com o planejamento, também é possível realizar eventuais investimentos como exemplo, como reparos, reformas e/ou ampliações.

Saiba qual o período para realizar o fluxo de caixa

O período mais indicado para fazer o fluxo de caixa do se condomínio é de forma diária. Para os pequenos condomínios, o controle pode ser realizado de forma semanal.

Entretanto, não pode deixar de lembrar que o cronograma deve ser cumprido de maneira metódica.

Leia também sobre Entenda quais são os principais impostos cobrados na gestão de um condomínio.

Mantenha atualizado o fluxo de caixa 

Com o intuito de ter o fluxo de caixa no seu condomínio como uma ferramenta de controle, deixe sempre ele atualizado. 

Deste modo, será mais fácil possuir uma visão ampla do condomínio. Também indicamos que seja feito uma descrição bem detalhada, permitindo assim que o síndico possa compreender melhor os registros.

Conheça a sazonalidade 

Outra ferramenta que se torna imprescindível ao realizar um fluxo de caixa é levar em consideração as despesas sazonais. É importante contar com as férias dos colaboradores, por possuir uma gratificação de 30%.

Além disso, existe também o pagamento do 13° salário dos colaboradores no fim do ano e também o aumento da conta de água no verão.

Deste modo, será mais fácil possuir uma visão ampla do condomínio. Também indicamos que seja feito uma descrição bem detalhada, permitindo assim que o síndico possa compreender melhor os registros.

Conheça a sazonalidade 

Outra ferramenta que se torna imprescindível ao realizar um fluxo de caixa é levar em consideração as despesas sazonais. É importante contar com as férias dos colaboradores, por possuir uma gratificação de 30%.

Além disso, existe também o pagamento do 13° salário dos colaboradores no fim do ano e também o aumento da conta de água no verão.

Entenda a capacidade de pagamento do condomínio

Normalmente, o síndico confere a capacidade em pagar considerando as receitas referentes às cotas condominiais. Porém, no cálculo final pode não estar sendo inserido a inadimplência dos condôminos, que é um dos fatores que pode atrapalhar todo o caixa do condomínio.

Deste modo, o fluxo de caixa possibilita determinar a base real dos atrasos no pagamento de cotas do condomínio. Assim, ele pode ser considerado como uma  importante ferramenta de gestão que auxilia o síndico profissional a entender quais são os seus riscos financeiro.

Compreenda o valor real do condomínio

Além de todos esses fatores positivos que o fluxo de caixa proporciona, ele também pode ser usado como parâmetro a fim de estabelecer o valor adequado do condomínio. Sendo assim, é possível reunir elementos suficientes para definir qual o volume de dinheiro para que o condomínio precisa para funcionar, além de possuir um fundo de reserva.

Desta maneira, seja o condomínio pequeno, médio ou grande, o fluxo de caixa é essencial para que o dinheiro possa ser gerido de maneira eficaz. Por mais que existam softwares que pode facilitar o trabalho do síndico, todavia, o controle de gastos pode ser realizado, de forma bem facilitada, em um livro caixa.

De qualquer maneira, é necessário realizar o fluxo de caixa com o intuito de eliminar possíveis surpresas que sejam desagradáveis relacionado ao financeiro do condomínio.

  Saiba que você sempre pode contar com a Seu Síndico para realizar o fluxo de caixa para seu condomínio.

Possuímos um pessoal capacitado para um atendimento personalizado, ou seja, técnicos graduados nas áreas de finanças, administração e contábeis. E toda a nossa equipe está comprometida com a solução e resolução de eventuais problemas que possam ocorrer.

Tenha acesso ao nosso conteúdo exclusivo que produzimos para conhecer mais sobre o segmento do mercado de Administração de Condomínios.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat