Como fazer uma boa gestão de condomínio

Como fazer uma boa gestão de condomínio

Atualmente, cuidar de um condomínio se assemelha bastante a administração de uma empresa. Diante disso é preciso muita atenção a cada processo bem como as necessidades do condomínio.

Quer aprender um pouco mais e como fazer uma boa gestão de condomínio? Veja a seguir!

O que é gestão de condomínio?

A gestão de condomínio, cuida de toda manutenção e processos administrativos de um condomínio.

Desta maneira, é trabalho de um síndico acompanhar reuniões com os moradores, empregar funcionários e etc.  Além disso, este profissional, também é responsável por cuidar de toda a parte administrativa.

Muito empreendedores, preferem contratar os serviços de uma administradora condominial. Por não possuírem conhecimentos técnicos sobre administração ou pela execução desta tarefa tomar boa parte do tempo de um profissional, os motivos podem ser diversos.

Contudo, nem todos os condomínios possuem verba para realizar a contratação de empresas terceirizadas. Optando assim, por contar com o trabalho de um morador, elegendo o como síndico, bem como aumentando também suas responsabilidades legais.

Uma vez que este profissional passa a responder pelo condomínio de forma legal e judicial, representando a instituição nas mais diversas situações.

Como gerir um condomínio?

Gerir um condomínio, requer conhecimentos de algumas específicas, como por exemplo:

  • Financeira;
  • Contabilidade;
  • Questões civis;
  • Compreender as leis trabalhistas;
  • E etc.

Antes que um profissional, concorde e aceite ser síndico, será preciso entender as suas obrigações bem como a complexidade que este compromisso pode possuir. Desta maneira, é preciso compreender alguns aspectos básicos. Acompanhe

Recolhimento de impostos

Entender corretamente como é feito o recolhimento de imposto de um condomínio, é um passo extremamente importante.

Pois, caso o condomínio não pague seus impostos ou não esteja em dia com suas obrigações ele poderá enfrentar sérios problemas financeiros e até mesmo judiciais. Não esquecendo também, que a fim de evitar o pagamento de juros e multas por atraso, manter os pagamentos nas datas corretas contribui para a redução de custos.

Todo condomínio, deverá ser inscrito na Dívida Ativa da União (DAU) e contar com o apoio de uma contabilidade responsável pelos aspectos financeiros e trabalhista do condomínio.

O recolhimento de impostos, deverá ocorrer de forma mensal e levar em consideração todos os serviços prestados a organização, como por exemplo:

  • FGTS;
  • PIS;
  • INSS;
  • Seguro Acidente de Trabalho;
  • ISS;
  • COFINS;

Administração financeira

Nossa segunda dica, é realizar a admiração financeira, cuidando de todos os aspectos essenciais que permitam uma gestão eficiente e organizada.  Desta forma, vamos falar sobre quais contar um condômino deve pagar.

Contribuindo assim, para que o condomínio mantenha sempre suas contas em dia e o seu caixa no azul. Confira agora, o checklist que preparamos para você:

  • Energia elétrica;
  • Água;
  • Gás;
  • Funcionários (porteiros, faxineiras, zelador e jardineiro);
  • Manutenções;
  • Contratação de serviços terceirizados (segurança, pintura, reparos, etc.).

Algumas despesas mencionadas acima, como água, luz podem ter o seu pagamento feito através do débito automático. Contudo a fim de manter todas as despesas organizadas, é fundamental que o síndico crie uma planilha ou adote um sistema que o permita fazer o controle financeiro do condomínio.

Também é responsabilidade do síndico, cuidar do fundo de reserva, destinando um valor que possa resguardar o condomínio caso ocorra emergências financeiras e até mesmo despesas inesperadas.

Taxa condominial e inadimplência

Tanto a taxa condominial e indolência de moradores, são dois problemas que corriqueiramente traz dores de cabeça para os síndicos de condomínios.

Desta maneira é preciso saber lidar com o atraso dos condôminos de forma que este atraso não atrapalhem a gestão ou a execução de tarefas essenciais. Para que um síndico possa gerar os boletos referentes às taxas, será preciso utilizar o CNPJ e número da conta bancária do condomínio.

Contudo, é bastante atenção ao realizar as cobranças, que podem ser feitas tanto através do contato telefônico como também através de softwares de administração de condomínios. E atente-se ao período de dias úteis que o banco leva para compensar os pagamentos, logo é preciso bastante cautela ao realizar a cobranças do pagamento de taxas do condomínio.

Funcionários e empresas contratadas

Por fim, iremos falar sobre o gerenciamento de funcionários do condomínio e empresas contratadas para a realização de serviços de manutenção e limpeza.

Portanto é preciso estar sempre atento ao cumprimento das normas de acordo com a reforma trabalhista como também aos contratos vigentes dos profissionais que atuam como prestadores de serviços.

É dever do síndico revisar e assinar cada documento de contratação como também rescisão de serviços. Desta forma, o síndico precisa compreender todos os aspectos que formalizam a folha de pagamento de um funcionário, como por exemplo o pagamento de décimo terceiro e demais encargo previdenciários.

A gestão de condomínio pode ser uma atividade bastante desafiadora. Contudo, o seu grande segredo é fazer sua gestão aos com bastante zelo e contar com a ajuda de profissionais especializados que contribuam de forma positiva para sua gestão.

A Seu Síndico, pode ajudar a você a fazer uma melhor gestão condominial. Quer saber como? Vem conversar com nossa equipe!

Ficou com alguma dúvida? Nós da Seu Síndico Administradora de Condomínios em BH temos uma assessoria qualificada e especializada em gestão condominial. Podemos auxiliá-lo em todas as questões que envolvam seu condomínio, executando uma gestão mais eficiente e responsável.

Ajudamos você? Não deixe de entrar em contato, retornaremos rápido. Orçamento sem compromisso para Administradora de condomínios em BH.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
WhatsApp chat